GARRATELECOM
Pará

ONU confirma Belém como sede da COP 30, em 2025

Capital paraense receberá delegações e comitivas de diversos paíes no maior evento sobre mudanças climáticas no mundo

26/05/2023 15h25
Por: Redação
Fonte: Secom Pará
Crédito: Ricardo Stuckert / Divulgação
Crédito: Ricardo Stuckert / Divulgação

Belém, capital do Estado do Pará, será a sede da 30ª Edição da Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2025 (COP 30). A informação foi confirmada em vídeo publicado, na tarde desta sexta, 26 de maio, nas redes sociais e o anúncio foi feito pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao lado do governador Helder Barbalho e do ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira. Esta será a primeira vez que uma cidade brasileira sedia o evento internacional, considerado um dos mais relevantes do mundo sobre o tema.

A deliberação foi feita pelas Organizações das Nações Unidas (ONU), no dia 18 deste mês de maio, após Lula, ainda como presidente eleito e, também, durante a COP 27, em novembro de 2022, na cidade de Sharm El-Sheik, no Egito. Lula apresentou o Brasil para sediar a reunião numa capital amazônica. Helder, também presente àquela edição da Conferência, então pediu ao presidente da República que Belém fosse a anfitriã da COP 30.A programação da COP 30 está prevista para novembro de 2025.

O chefe do executivo estadual, Helder Barbalho saudou o anúncio nesta sexta-feira. "É uma satisfação muito grande. Queria festejar, em nome do povo do Pará, claro, de todos os brasileiros, o privilégio do nosso país em poder sediar o mais importante evento de mudanças climáticas do planeta. Aumenta a nossa responsabilidade em mostrar que o Brasil está preparado e acima de tudo a responsabilidade da agenda ambiental conciliando os amazônidas de nossa região, e claro, o respeito ao meio ambiente", declarou o chefe do Executivo estadual.

O governador acrescentou que, "o Estado do Pará, Belém, estarão ávidos para receber a todos e trabalhando, para que possamos, por um lado, fazer um belo evento, mostrar que a Amazônia está preparada para receber o planeta. Por outro lado, contribuir para a construção do desenvolvimento sustentável em favor da nossa região. Parabéns a todos e gratidão do povo do Pará ao governo federal e ao seu governo", complementou Helder.

Lula, por sua vez, afirmou que após participar de reuniões da COP pelo mundo e constatar que a Amazônia era uma pauta certa em todas elas, já há muito via a necessidade de uma cidade da região sediar a programação. "Para vocês conhecerem o que que é a Amazônia, os rios, as florestas, a fauna. Se preparem, porque vai ter gente do mundo inteiro, muitos governantes, que vão ficar maravilhados com a cidade de Belém. Estou convencido de que será um grande evento, e o governo federal estará à disposição para ajudar naquilo que for necessário, porque é um evento que vai mostrar, mais uma vez, a cara do Brasil para o mundo. Tenho certeza de que o povo do Pará vai encantar o mundo e teremos a melhor COP já feita", reforçou o presidente da República.

COP 30 no Pará – Em 16 de novembro de 2022, em Sharm El Sheikh, no Egito, durante a COP 27, ao entregar uma carta pública dos Governadores do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal ao presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, Helder Barbalho pleiteou o que presidente eleito articula se com a ONU a realização de uma edição da COP no Brasil, em especial na região amazônica.

Representatividade - Em Brasília, no dia 4 de janeiro, Helder Barbalho teve um encontro com o ministro das Relações Exteriores, chanceler Mauro Vieira, para reafirmar o compromisso do Consórcio Amazônia Legal, o qual ele assumiu hoje como presidente, em sediar uma edição da Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP).

"Na reunião, pude reafirmar a intenção de que a Amazônia possa sediar a COP 30 em 2025, particularmente Belém, a capital do nosso Estado sendo a porta de entrada dos debates, das discussões sobre as mudanças climáticas, sobre o modelo de desenvolvimento sustentável e social. Tenho convicção de que nós estaremos construindo e provocando o mundo sobre a importância de a Amazônia ser prestigiada para discutirmos soluções que envolvam a população da nossa região e, claro, a floresta viva", resumiu o governador após o encontro.

“Vamos, cada vez mais, provocar o mundo para discutir a Amazônia a partir da ótica dos brasileiros e dos amazônidas. Particularmente, poder provocar as Nações Unidas a trazer o maior evento do mundo de discussão sobre o clima, que é a COP, para discutir in loco o conhecimento nossa realidade com riquezas, biomas e também nossos desafios sociais, e com isso construir um futuro que concilie pessoas e floresta”, enfatizou.

Oficialização da candidatura -Após reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na manhã do dia 11 de janeiro, em Brasília, o governador do Pará e presidente do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal (CAL), Helder Barbalho, informou que a capital paraense, Belém, é a cidade brasileira escolhida como candidata oficial do país para sediar uma edição da Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP 30) em 2025.

Articulações para Belém sediar uma edição da COP foram iniciadas pelo governador Helder Barbalho ainda na última edição do evento, em Sharm El Sheikh, no Egito. Na oportunidade, além de convidar Lula para integrar a comitiva dos Estados da Amazônia Legal, durante o evento, foi entregue uma carta pública em nome dos governadores da Amazônia Legal pleiteando que Lula articule com a ONU a realização de uma edição da COP no Brasil, em especial na região amazônica.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.