Saturday, 25 de May de 2024 02:44
94992727888
Dólar comercial R$ 5,17 0%
Euro R$ 5,61 0%
Peso Argentino R$ 0,01 +0.068%
Bitcoin R$ 376.637,97 -0.106%
Bovespa 124.305,57 pontos -0.34%
Economia Economia

BNDES anuncia R$ 3,6 bilhões para Pronaf Safrinha

Anúncio foi feito por Aloízio Mercadante em São Paulo

25/05/2023 19h05
Por: Redação Fonte: Agência Brasil
© Fernando Frazão/Agência Brasil
© Fernando Frazão/Agência Brasil

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, anunciou nesta quinta-feira(25), em São Paulo, recursos da ordem de R$ 3,6 bilhões para a colheita da safrinha, nome dado ao cultivoplantado no verão e logo após a safra e colhido entre o outono e o inverno. A verbaserá repassadapelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

“Vamos começar a abrir o cadastro, nos próximos dias”, disse Mercadante, em entrevista concedida após participar do evento Dia da Indústria, promovido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Dia da Indústria

Durante oevento em São Paulo, Mercadante anunciou pacote demedidas do BNDES destinadas ao setor industrial. Entre as medidas estãoa disponibilização de R$ 2 bilhões para empresas brasileiras exportadoras com receita em moeda americana ou atrelada à variação cambial; a redução dos spreads para financiar a produção de bens nacionais voltados à exportação; e a disponibilização de R$ 20 bilhões, nos próximos quatro anos, para financiar inovação tendo por juros a Taxa Referencial (TR).

A primeira linha anunciada por ele,de R$ 2 bilhões –podendo chegar a R$ 4 bilhões - será oferecida à indústria exportadora nas mesmas condições da agricultura: 7,5%de jurosao ano, com taxa fixa em dólar e dois anos de carência.

Por sua vez, os R$ 20 bilhões em recursos serão voltados para financiamento de inovação nos próximos quatro anos a uma taxa de 1,7% ao anoe dois anos de carência. “Quem quiser fazer inovação, pode ir ao BNDES que vai ter dinheiro”, disse Mercadante, durante o evento.

Já o BNDES Exim Pré-Embarque vai financiar a produção de bens nacionais a serem exportados. Neste caso, o spread cobrado pelo banco será reduzido em até 60%, no caso de micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) mas, segundo o banco, as melhoras nas condições da linha abarcarão empresas de todos os portes.

Recursos

Em entrevista à imprensa, Mercadante disse que os recursos trazidos ao país nas viagens internacionaisfeitas pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, além do combate ao desmatamento no país, é que permitiram ao banco de fomento anunciar todas essas linhas de financiamento.

“Apesar de não termos até agora nenhum subsídio, todoesseesforço que estamos fazendo é tirar leite de pedra. Estamos trazendo recursosque a entrada do presidente Lula internacionalmente e o combate ao desmatamento da Amazônia [permitiram]”.

Segundo Mercadante, o combate ao desmatamento no país “traz não só o Fundo da Amazônia como financiamento para a economia”.

"Essas linhas de financiamento é que estão nos permitindo ofertar, por exemplo, os R$ 8 bilhões em indústria e agricultura hoje. Esse éum dinheiro que não passa pelo Orçamento.Esse é um recurso que vem de fora e a gente consegue financiar os setores exportadores", acrescentou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.