Domingo, 14 de Abril de 2024 18:32
Geral Pará

Campanha do Hospital Ophir Loyola quer aumentar número de doadores de sangue

Referência em tratamento de câncer, o HOL tem grande demanda por sangue devido aos procedimentos oferecidos aos pacientes oncológicos

17/03/2023 22h35
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Crédito: Rafael Diniz - Ascom Ophir Loyola
Crédito: Rafael Diniz - Ascom Ophir Loyola

O Hospital Ophir Loyola (HOL), referência em tratamento de câncer, em parceria com a Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa), abriu as portas nesta sexta-feira (17) para a campanha de doação de sangue. Voltada ao público interno e externo, a programação reuniu servidores, familiares e amigos de pacientes, e coletou 112 bolsas de sangue. A campanha iniciou as 08 h e foi encerrada às 16 h.

A ação de solidariedade e cidadania visou aumentar o número de doadores e garantir a reposição de estoque de sangue e componentes sanguíneos, como concentrado de hemácias e plaquetas, para os pacientes. Em média, o hospital realiza mais de 900 transfusões por mês.

Crédito: Rafael Diniz - Ascom Ophir Loyola
Crédito: Rafael Diniz - Ascom Ophir Loyola
Para a enfermeira e coordenadora da campanha de doação de sangue da Agência Transfusional do HOL, Leonice Assunção, a iniciativa é necessária para ajudar a atender às demandas da unidade. “O perfil dos nossos pacientes oncológicos requer muita demanda de sangue, pois são os que mais fazem transfusão de hemácias e plaquetas, principalmente pacientes onco-hematológicos. As cirurgias de alta complexidade também demandam bastante sangue”, informou a enfermeira.

Além da expectativa- “É gratificante perceber que as nossas campanhas e caravanas atingem nosso objetivo de sensibilizar as pessoas para doar de forma voluntária. Hoje tivemos 162 comparecimentos. Infelizmente, 50 pessoas não estavam aptas à doação. O total de bolsas coletadas superou nossas expectativas, pois a meta esperada era de 100 bolsas”, ressaltou a assistente social do HOL, Mônica Sosinho.

Crédito: Rafael Diniz - Ascom Ophir Loyola
Crédito: Rafael Diniz - Ascom Ophir Loyola
O primeiro andar da Divisão de Radioterapia foi decorado para a ação, que também ofertou serviços de estética às doadoras. “Estar aqui trazendo o meu trabalho de forma voluntária para todas as mulheres que estão doando é muito importante. Acredito que é uma forma de deixá-las mais à vontade e menos ansiosas durante a espera, por isso estou oferecendo limpeza de pele e maquiagem”, contou Jane Cruz, consultora de uma empresa de cosméticos.

Crédito: Rafael Diniz - Ascom Ophir Loyola
Crédito: Rafael Diniz - Ascom Ophir Loyola
Foi a primeira vez que a contadora Necilene Wanzeler, 36 anos, doou sangue. “Eu sempre tive vontade de doar, mas nunca tive a oportunidade. Sempre que eu tentava, aparecia uma  anemia, então não conseguia. Hoje foi algo emocionante para mim, porque deu tudo certo, e será a primeira vez que vou salvar vidas através da doação de sangue, o que me deixa muito feliz”, disse a doadora.

Critérios para doar:

- Ter entre 16 e 69 anos e pesar acima de 50 kg;

- Estar bem de saúde e alimentado antes da captação;

- Apresentar documento original com foto (RG, CNH, CTPS, entre outros);

- Menores devem estar acompanhados de um responsável;

- Quem teve Covid-19 pode doar, mas precisa estar assintomático há 10 dias. Quem manteve contato com pessoas que tiveram a doença deve esperar sete dias após o último contato.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.