GARRATELECOM
Aliança topo
Educação

Educação tem desafio de lidar com desnível entre alunos, diz ministro

Godoy fala de programa que tem como objetivo resolver esse problema

27/09/2022 20h50Atualizado há 2 meses
Por: Redação
Fonte: Agência Brasil
© Marcelo Camargo/Agência Brasil
© Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Educação, Victor Godoy, afirmou hoje (27) que há um desafio na educação básica brasileira de resolver o desnível entre estudantes que estão em uma mesma série. Em entrevista hoje (27) ao programa  A Voz do Brasil, ele afirmou que, muitas vezes, alunos não têm o conhecimento exigido daquela série específica.

“Hoje você tem um grande desnível. Um professor de matemática do 6º ano recebe alunos que estão em diferentes níveis de conhecimento e ele não tem como identificar isso”, disse.

Segundo Godoy, lidar com essa questão é um dos objetivos da Política Nacional para Recuperação das Aprendizagens na Educação Básica, implantada em maio deste ano. “É uma política que é bastante abrangente porque ataca várias dimensões dessa recuperação dos estudantes, tanto no que se refere aos conhecimentos que foram perdidos quanto ao combate à evasão e ao abandono e ao desenvolvimento de competências socioemocionais. Tem o uso de tecnologia para acelerar todo esse processo”.

O ministro citou a existência de uma nova plataforma diagnóstica e formativa, aberta a escolas de todos os estados e municípios. O instrumento permite, segundo ele, que o professor faça testes para diagnosticar o nível de conhecimento dos alunos em quatro disciplinas (língua portuguesa, matemática, ciências e inglês), do primeiro ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio.

“O aplicativo vai mostrar, de acordo com o nosso currículo nacional, para o professor, quais são os conhecimentos que aquele aluno deveria ter e não tem. E vai orientar a escola a reagrupar os estudantes de acordo com o nível de conhecimento. Ele vai ver os alunos que não sabem somar, do 3º ano, do  4º ano, do 5º ano, do 7º ano, do 8º ano, vai reagrupar esses estudantes e vai trabalhar esse reforço escolar com esses estudantes”.

Segundo Victor Godoy, a plataforma hoje é utilizada para avaliar e auxiliar a recuperação de mais de 6 milhões de alunos.


 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários