Aliança topo
GARRATELECOM
Entretenimento

Como funciona a harmonização facial na odontologia?

Procedimento que é ofertado em clínicas de estética também é encontrado em consultórios odontológicos

24/11/2022 08h56
Por: Redação
Fonte: Agência Dino
Freepik
Freepik

Conforme estudo publicado pela revista americana Plastic and Reconstructive Surgery, a taxa de procedimentos minimamente invasivos, como os procedimentos estéticos de preenchimento facial, aumentou nos últimos anos, especialmente na América Latina. Unidos, estes procedimentos compõe um método chamado de harmonização orofacial, popularmente conhecimento como apenas harmonização facial.

Tais técnicas são preparadas para atender primordialmente a região do rosto. O estudo citado acima ainda destaca que as bochechas, os lábios, nariz, queixo e a linha mandibular são as partes do corpo onde há maior frequência de realização de tais procedimentos.

Cirurgiã dentista e especialista em harmonização orofacial pela SLMMandic São Paulo, Dra. Paola Buza Andrade, explica como ocorre a realização do procedimento. Para a profissional, o intuito é promover simetria e equilíbrio do rosto, a fim de que todo o conjunto da face esteja harmônico. 

“A harmonização orofacial é realizada por meio de procedimentos que minimizam rugas, devolvem o volume facial reposicionando os tecidos, suavizam contornos, tratam a flacidez e assim por diante. São diversas opções para melhorar aspectos do rosto e valorizar a sua própria beleza. E esses tratamentos também são realizados por dentistas”, explica 

Dra. Paola contextualiza que a harmonização orofacial é um procedimento que envolve o uso de uma ou mais técnicas estéticas para corrigir imperfeições e melhorar características do rosto. A profissional ainda detalha quais são as técnicas deste conjunto. 

“Dentre os procedimentos da harmonização orofacial, podemos citar preenchimentos faciais com ácido hialurônico para volumização de lábios, contorno mandibular, rinomodelação, lip lift, bichectomia, lipo aspiração mecânica de papada, uso da toxina botulínica, bioestimuladores de colágeno, dentre outros. Cada procedimento é realizado conforme o que o paciente deseja e o que o dentista especialista recomenda”, finaliza a Dra. Paola Andrade.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários