GARRATELECOM
Acidente Grave

Motorista atropela grupo de motociclistas no Santa Mônica

Uma mulher bateu fortemente a cabeça e está em estado grave do hospital Regional de Tucuruí

12/09/2022 22h43Atualizado há 2 semanas
Por: Redação
Fonte: Floresta News

Mais um acidente grave foi registrado neste final de semana em Tucuruí, dessa vez no bairro Santa Mônica. Um homem que estava dirigindo um carro atingiu por trás duas motos, que estavam quatro pessoas, na altura do quebra mola, da Avenida F. Depois de atingir as duas motos, o carro continuou acelerando atingindo mais uma moto com outras duas pessoas. O veículo só teria parado próximo ao posto de gasolina, na rotatória da Cohab.

Cinco dos envolvidos no acidente tiveram escoriações mais leves, mas uma das mulheres bateu fortemente a cabeça e está em estado grave do hospital Regional de Tucuruí, com traumatismo craniano. A irmã da vítima, Nayara Barroso, falou com nossa reportagem e informou que Inara Barroso, de 23 anos, passou por cirurgia e os médicos estão aguardando como ela vai reagir nas próximas 48 horas.

Inara é estudante do curso de Ciências Biológicas da IFPA. “Ela foi quem mais sofreu, ela foi fazer um trabalho da escola e já estava a caminho de casa e bateu a cabeça nesse acidente. O médico falou até de morte cerebral, mas graças a Deus ele conseguiu fazer a cirurgia dela de manhã.” Explicou a irmã da vítima.

Anilton Soares, sargento da reserva da Polícia Militar esteve na casa da família e falou com a nossa reportagem: “Não lembro de nada do acidente. Eu estava no quartel jogando bola, parei em outro lugar pra comprar um lanche e na decida, onde as pessoas falam que eu rampei o quebra mola, já não lembro de mais nada, pois eu tomo uma medicação que me causa sono. Mas eu estou aqui com a família pra prestar ajuda no que estiver ao meu alcance”.

Sobre a acusação de estar bêbado, Anilton negou: “Essa informação não procede, eu faço tratamento de vários problemas, tomo medicação controlada”. Quando questionado se ele teria fugido do local do acidente com a ajuda de policiais militares que estavam de plantão, o sargento disse: “Como falei eu não me lembro de nada, então não posso falar dessa informação que não me lembro.”

O delegado que está cuidando do caso, João Paulo, informou que o carro do sargento foi apresentado na delegacia por voltas das 2h da madrugada de domingo por uma guarnição da PM, e explicou o ocorrido: “Durante as diligências recebemos vídeo que estão circulando na internet, onde os policias conversam com o condutor, que estava dentro do carro, fato constatado pelas lanternas do veículo que são acionadas, isso chamou nossas atenção, pois destoa do que foi apresentado na delegacia, disseram que trouxeram apenas o veículo porque o condutor teria se evadido do local do acidente. Em razão disso, instauramos o inquérito, os policiais militares que atenderam o ocorrido serão chamados para prestar depoimento também.”

O segundo tenente do 13º Batalhão de Polícia Militar, Wilson Júnior afirmou que o caso está sendo investigado internamente: “A polícia militar está à disposição para contribuir com as investigações para que o fato seja esclarecido. O comandante do batalhão já instaurou uma sindicância, os policiais envolvidos foram afastados das ruas enquanto tudo é esclarecido. Estamos na torcida para que os envolvidos nesse acidente se recuperem o mais rápido possível.”

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários