Sunday, 21 de July de 2024 15:41
94992727888
Mundo DIREITOS HUMANOS

Jovem é morto por ouvir K-POP na Coreia do Norte

Segundo o jornal britânico The Guardian, o relatório detalha várias tentativas de Pyongyang de restringir o fluxo de informações e cultura externas. A morte do jovem teria sido por esta causa

29/06/2024 07h23
Por: Redação Fonte: IG
Kim Jong-un teria punido o jovem | Reprodução/Web
Kim Jong-un teria punido o jovem | Reprodução/Web

O Ministério da Unificação da Coreia do Sul divulgou na última quinta-feira (27) o Relatório de Direitos Humanos da Coreia do Norte de 2024, baseado nos depoimentos de 649 desertores norte-coreanos.

Entre os casos relatados, está o de um jovem de 22 anos executado publicamente por ouvir e compartilhar músicas e filmes sul-coreanos (K-POP), violando uma lei norte-coreana de 2020 que proíbe "ideologia reacionária e cultura" sob o governo de Kim Jong-un.

Segundo o jornal britânico The Guardian, o relatório detalha várias tentativas de Pyongyang de restringir o fluxo de informações e cultura externas. Entre as proibições, estão as de noivas usarem vestidos brancos ou serem carregadas por noivos, além de restrições ao uso de óculos escuros e ao consumo de álcool em taças de vinho, todos considerados costumes sul-coreanos.

Uma ex-militar norte-coreana relatou ao The Guardian que os costumes sul-coreanos chegam rapidamente ao país.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Canaã dos Carajás, PA
Atualizado às 14h02
32°
Tempo limpo

Mín. 21° Máx. 35°

31° Sensação
3.6 km/h Vento
35% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (22/07)

Mín. 19° Máx. 35°

Tempo limpo
Amanhã (23/07)

Mín. 20° Máx. 36°

Tempo limpo