Saturday, 25 de May de 2024 02:23
94992727888
Pará OBRAS-PRIMAS

'Grandes Sucessos da Ópera' emocionam o público no Theatro da Paz

Um repertório que expressa humanidade, paixões e alegrias foi apresentado pela Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, com a participação dos cantor...

10/05/2024 07h03 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

A Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP) emocionou o público com o concerto "Grandes Sucessos da Ópera", apresentando um repertório de histórias de amor, tragédia e triunfo. Sob a regência do maestro Miguel Campos Neto, a OSTP foi acompanhada pelas vozes líricas de Lys Nardoto e Márcio Carvalho. O evento, realizado pelo Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e direção do Theatro da Paz, e pela Academia Paraense de Música (APM), apresentou desde clássicos de Carlos Gomes e Giuseppe Verdi, até obras atemporais de Giacomo Puccini e George Bizet.

O concerto começou com a Alvorada de "Lo Schiavo", de Carlos Gomes, e prosseguiu com árias de Verdi e canções de Puccini; a sinfonia de "Il Guarany"; "Nessun dorma!", de Puccini, e culminando com Carmen Suites, de Bizet.

O maestro destacou a importância de celebrar essas obras, que refletem a essência da humanidade, suas paixões e alegrias, honrando uma rica herança cultural. “Eu estou muito feliz com a resposta calorosa do público a este concerto, que considero grandioso por trazer obras tão importantes”, disse Miguel Campos Neto, acrescentando que "ver a plateia emocionada e envolvida com a música é extremamente gratificante. Este concerto foi uma celebração da arte e da paixão pela música clássica. Estou orgulhoso do trabalho de todos os músicos e cantores. Foi uma noite verdadeiramente especial".

Glaucia Paiva, 26 anos, natural do Piauí, que assistiu pela primeira vez ao concerto, disse que "o concerto valeu a minha visita ao Pará. Foi uma experiência única e emocionante. A música e a interpretação da Orquestra e dos solistas foram simplesmente magníficas. Amei cada momento, e não pude deixar de aplaudir de pé”.

Texto: Úrsula Pereira - Ascom/Theatro da Paz

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.