Saturday, 25 de May de 2024 03:02
94992727888
Pará SAIU DA ÁFRICA

Vídeo: ao menos 25 pessoas estavam em embarcação à deriva

Barco a deriva foi encontrado na região de Bragança no Pará, no último sábado (13)

16/04/2024 20h16
Por: Redação Fonte: DOL
Pelo menos 25 pessoas estavam na embarcação | Reprodução
Pelo menos 25 pessoas estavam na embarcação | Reprodução

Pelo menos 25 pessoas estavam na embarcação à deriva encontrada na região de Bragança, no Pará, no último sábado (13). A informação foi divulgada nesta terça-feira (16), pela Polícia Federal, que investiga o caso.

Os agentes acreditam que havia esse número de pessoas pela quantidade de capas de chuva (23 verdes idênticas e duas amarelas) que estava no barco.

Ao todo, foram encontrados nove corpos, sendo oito dentro da embarcação e um nono corpo próximo a ela, em circunstâncias que sugeriam fazer parte do mesmo grupo de vítimas.

Pelo número de capas, polícia acredita que na embarcação havia pelo menos 25 pessoas |Divulgação

A hipótese é de que as outras pessoas tenham sido jogadas ao mar conforme foram morrendo. As vítimas teriam morrido de fome e de sede.

A análise preliminar de documentos encontrados indica que a embarcação partiu após o dia 17 de janeiro deste ano.

O trabalho da perícia nos corpos prosseguirá em Belém, enquanto que o barco e objetos são periciados em Bragança.

IDENTIFICAÇÃO

A Polícia Federal, em conjunto com a Polícia Científica do Pará, iniciou na noite da última segunda-feira (15) os trabalhos de identificação dos corpos.

O trabalho realizado pelas instituições tem por objetivo estabelecer a identidade dos corpos adotando protocolos de identificação de vítimas de desastres da Interpol (DVI). Além da identidade, os trabalhos periciais terão por objetivo verificar a origem dos passageiros, a causa e o tempo estimado dos óbitos.

Documentos e objetos encontrados junto aos corpos apontam que as vítimas eram migrantes do continente africano, da região da Mauritânia e Mali, não sendo possível descartar a existência de pessoas de outras nacionalidades.

As atividades de identificação são realizadas na sequência da ação de resgate, que teve participação da Polícia Federal, Marinha do Brasil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Cientifica, Defesa Civil, Grupamento Aéreo de Segurança Pública do Pará, Defesa Civil do Pará, Guarda Civil Municipal, Departamento Municipal de Trânsito de Bragança e Prefeitura de Bragança.

VEJA VÍDEO ABAIXO:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.