Sexta, 19 de Abril de 2024 02:34
Pará FISCALIZAÇÃO

Carga de camarão imprópria ao consumo é apreendida em Ipixuna do Pará

Equipe da Adepará apreendeu a carga, transportada em condições inadequadas e sem a devida documentação

26/03/2024 22h12 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

Novecentos quilos de camarão cru, transportados em condições inadequadas e sem documentação sanitária, foram apreendidos nesta terça-feira (26) por fiscais da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) no município de Ipixuna do Pará, na região Nordeste. A apreensão ocorreu no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante fiscalização rotineira feita por fiscais estaduais agropecuários para inibir a circulação da alimentos impróprios ao consumo.

Crédito: Divulgação

 O produto estava acondicionado em sacasA carga de camarão cinza estava armazenada em 30 sacas, e era transportada sem refrigeração adequada, além de não apresentar documentação sanitária, que define o local de origem e destino, e atesta a qualidade do produto.

Os fiscais lavraram os autos de infração e apreensão, e o termo de inutilização do produto. Por não se enquadrar na legislação sanitária e oferecer riscos à saúde do consumidor, os camarões foram destinados à destruição.

“Esse tipo de produto deve ser transportado sob refrigeração até o comércio ou até uma indústria para beneficiamento. Doenças transmitidas por alimentos são a causa de grande parte das internações em hospitais e unidades de saúde dos municípios, e alimentos altamente perecíveis, como é o caso do camarão apreendido, são importantes fontes de propagação dessas doenças. A fiscalização busca coibir esse tipo de transporte e retirar de circulação produtos ou matérias primas de origem clandestina”, informou o gerente de Trânsito Agropecuário da Adepará, Paulo Bastos.

Zelar pela qualidade dos alimentos que são consumidos pelos paraenses é um dos principais objetivos da Agência de Defesa Agropecuária. As ações de fiscalização são realizadas cotidianamente para coibir a comercialização de produtos clandestinos e sem inspeção oficial, garantindo a proteção à saúde do consumidor.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.